Latest Posts

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Epístola aos Colossenses - Capítulo 01 (Explicação e Estudo)

Tags adicionais:  epístola aos colossenses capítulo 01, colossenses  01 estudo explicado, estudo e esboço de colossenses capítulo 01, resumo de colossenses 01, colossenses 1 explicação, teologia fácil, esboço de colossenses, blog de estudos, site de estudos colossenses, tudo sobre as cartas paulinas, cartas de paulo explicadas, Epístola aos Colossenses - Capítulo 01 (Explicação e Estudo)

EPÍSTOLAS AOS COLOSSENSES CAPÍTULO 01 - SÉRIE CARTAS PAULINAS

INTRODUÇÃO:  Como você já deve ter visto na introdução ao livro de Colossenses, Paulo não foi o fundador direto desta igreja, porém tem parte em tudo isso devido ao seu evangelismo e obra missionária. Os frutos de dedicar a vida ao Senhor e pregar a verdade do evangelho faz com que a igreja amplie seus horizontes e chegue há muitos lugares.

O Propósito pelo qual Paulo escreve esta carta é defender e reforçar a  supremacia de Cristo, também apresentar Jesus como O Cabeça da Igreja, o reconciliador e mediador entre os homens e Deus Pai. Aprenderemos muitas lições através do estudo desta carta que nós possamos absorver o melhor de cada capítulo.

Análise do texto – Vers. 1 ao 29

(1)Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, e o irmão  Timóteo, aos santos e irmãos fiéis em Cristo que estão em Colossos: graça a vós e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo.  (Colossenses 1:1-2 l ARC).

Não restam dúvidas quanto a autoria da carta, pois Paulo segue o modelo de apresentação de outras cartas nas quais se utiliza dos mesmos recursos linguísticos, reforçando seu apostolado e frisando que não o é por vontade humana, mas por propósito e chamada Divina. Nos primeiros versículos ele se direciona aos crentes de Colossos, igreja esta que era composta em sua maioria por gentios que se converteram ao cristianismo através da pregação do evangelho. No início de sua saudação o apóstolo combina a palavra grega utilizada para graça com a saudação hebraica padrão “Paz”. Ele amplia e aprofunda, e quer lembrar seus leitores de que a grandiosa fonte de graça e perfeição está em Deus, nosso Pai, e no Senhor Jesus Cristo (Rm 1.7).

(2) Graças damos a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, orando sempre por vós, porquanto ouvimos da vossa em Cristo Jesus e do amor que tendes para com todos os santos;  por causa da esperança que vos está reservada nos céus, da qual já, antes, ouvistes pela palavra da verdade do evangelho,” (Colossenses 1:3-5 l ARC)

Paulo não era do tipo de pessoa que ora apenas em momento de angústia e necessidade, o apóstolo tinha uma vida ativa e produtiva de oração e intercessão. Quando ouviu falar de como estava progredindo a igreja em Colossos, não cessou de agradecer por ela. Enquanto nós temos a tendência de orar apenas por nossa congregação e denominação, Paulo nos ensina a orar por todos os crentes, independentemente de seu costume, placa ou denominação.

Paulo também ressalta três qualidades da igreja em Colossos, a primeira era o amor que tinham para com todos os santos, revelando que realmente a igreja tinha entendido a essência do evangelho, pois sem o amor de nada se aproveita (Leia 1 Coríntios 13).  Se pregarmos sem amor, servirmos sem amor, convivermos sem o amor; estamos na verdade longe do conhecimento de Cristo, pois Ele é o Próprio Amor. Se quisermos ser parecidos com Ele, devemos viver em amor.

A segunda qualidade relatada por Paulo é a esperança que eles tinham em Cristo e naquilo que está reservado nos céus. Os Colossenses mantinham a esperança da salvação em Cristo Jesus, o foco da igreja estava no céu e nas coisas espirituais. Infelizmente se fizermos um contraste com os nossos dias, podemos perceber que pouco se prega sobre o céu e infelizmente muitos já perderam a esperança da vida eterna. É preciso atentar para esta promessa, pois um dia estaremos com o nosso Senhor na eternidade. Que nunca percamos esta esperança.

E a terceira qualidade descrita é a fé (mencionada na parte “A” do versículo 3). Paulo se alegra pelo fato da igreja ouvir, crer e permanecer na fé. É magnífico ver que o apóstolo valorizava a essência da igreja, aquilo que talvez alguns nem enxergavam (ou viam como natural), Paulo fazia questão de mencionar. Este deve se o “tripé” magno da igreja do Senhor Jesus: Fé, amor e esperança.

(3) “que já chegou a vós, como também está em todo o mundo; e já vai frutificando, como também entre vós, desde o dia em que ouvistes e conhecestes a graça de Deus em verdade; como aprendestes de Epafras, nosso amado conservo, que para vós é um fiel ministro de Cristo, o qual nos declarou também o vosso amor no Espírito.”  (Colossenses 1:6-8 l ARC)

Por ouvirem o verdadeiro evangelho e praticá-lo, começaram então a frutificar. Tudo que Paulo evidencia é um resultado do fruto da vivência cristã pautada na palavra. Não tem como alguém viver o evangelho e não frutificar, lembre-se do que Jesus falou:

“Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.
Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem. Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos. (João 15:4-8)

A verdadeira vivência com a palavra nos faz frutificar, se dissermos que estamos em Cristo, mas não damos nenhum fruto, obviamente estaremos mentindo a nós mesmos, pois quem ouve a sua palavra produz frutos dignos de arrependimento. Um cristão que vive bem, é o que ouve e pratica o evangelho do Senhor Jesus.

Paulo também cita Epafras, e conforme relatado na introdução ao livro de Colossenses, os crentes de Colossos tinham aprendido sobre o evangelho com ele; Epafras (Cl 1.6-7), sendo que provavelmente este foi a pessoa que iniciou a igreja entre eles. Epafras estava na companhia de Paulo quando este escreveu esta carta (Cl 4.12-13), assim podemos concluir que Epafras se tornou um cristão pela pregação do evangelho quando Paulo esteve em Éfeso na sua segunda viagem missionária, depois começou a evangelizar as região próxima a Éfeso nas cidades circunvizinhas de Colossos, Laodiceia e Hierápolis. E com tudo isso entendemos que ao citá-lo em sua carta, Paulo fala com conhecimento de causa, dando-lhe o título de fiel ministro de Cristo.

Será que as pessoas nos consideram assim? Será que diante das testemunhas que nos cercam, somos considerados (as) ministros fiéis a Cristo? Pode ser um ponto para meditarmos e reavaliarmos em nossa conduta pessoal.

(4) Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual; para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra e crescendo no conhecimento de Deus; corroborados em toda a fortaleza, segundo a força da sua glória, em toda a paciência e longanimidade, com gozo, dando graças ao Pai, que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz.” (Colossenses 1:9-12 l ARC)

Por esta razão..... Paulo nos ensina o modelo de intercessão no qual não se ora apenas por quem está caído, falido, doente e desanimado, mas na oração lembrar dos que estão no caminho da verdade, para que estes jamais saiam da essência e verdade que há em Cristo. O apóstolo tinha razões para orar e interceder pelos colossenses, pois estes eram fiéis a Deus, frutificavam e viviam no amor em Espírito.

Toda a sabedoria e inteligência espiritual...... A principal preocupação de Paulo era que eles adquirissem pleno conhecimento da vontade de Deus. O desejo de servirmos ao Senhor será inútil se não entendermos corretamente Aquele a quem desejamos servir e adorar. Por isso, Paulo ora para que os colossenses sejam cheios do pleno conhecimento que inclui toda a sabedoria e inteligência espiritual. Em um modo geral, sabedoria é a manifestação prática do conhecimento adquirido (Tg 3.17), e esse conhecimento não pode estar desvinculado da inteligência espiritual obtida pelo discernimento dado pelo Espírito Santo. Todo cristão deve buscar a sabedoria que vem do alto, e buscar viver de uma forma “inteligente” (espiritualmente falando), o que implica em não ser guiado pela carne ou pelo coração, mas sim guiado e orientado pelo Espírito do Senhor.

Além do pleno conhecimento da vontade do Senhor mencionado no versículo 9, Paulo deseja que eles consigam andar dignamente diante do Senhor. Ele almejava que os irmãos de Colossos vivessem de maneira que refletisse verdadeiramente o que Deus havia feito por eles e ainda operava entre eles.

(5) Ele nos tirou da potestade das trevas e nos transportou para o Reino do Filho do seu amor, em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;  o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.” (Colossenses 1:13-17 l ARC)

Ele nos tirou da potestade das trevas ..... Se não fosse o amor (Ágape = Amor incondicional) e a graça (favor imerecido) do Nosso Pai Celestial e de nosso Senhor Jesus, estaríamos mortos em nossos pecados e delitos. Ele nos amou quando ainda éramos inimigos e nosso destino seria a perdição. Mas através da sua Obra Redentora, Cristo nos tirou da condição de perdidos e nos transportou para o Reino do Pai proporcionando assim, a salvação.

Por isso a maior benção que um homem pode contar é que foi resgatado pelo Senhor Jesus, não existe maior vitória ou benção mais signficante que esta.

Em quem temos a redenção.... A palavra grega para redenção indica naturalmente que um preço ou resgate é pago pela libertação de um escravo, todavia éramos de fato escravos do mundo e do pecado, e a servidão da qual os fomos libertos não é física, mas espiritual. Somos livres da escravidão do pecado através da remissão por meio do sangue de Jesus Cristo (Ef 1.7). Há perdão para os pecados dos homens, basta este confessar o seu erro e pedir perdão a Deus. O sangue de Cristo nos purifica de todo pecado. Que possamos declarar que somos livres em Cristo Jesus, e o pecado não domina mais a nossa vida.

Nos versículos seguintes Paulo enfatiza a supremacia de Cristo enfatizando que Cristo é o primogênito da Criação (Primogênito aqui pode aplicar-se a uma prioridade em termos de tempo ou de posição), pois em Cristo foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, tanto as visíveis quanto as invisíveis (sabemos que existem o mundo físico e o espiritual), Ele está acima de tudo, e tudo subsiste por Ele.

 

(6)  E ele é a cabeça do corpo da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência, porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.”  (Colossenses 1:18-20 l ACF).

Este é o mais importante ponto do Cristianismo: Cristo é o cabeça da igreja. Pois muitos se escandalizam com homens e abandonam a fé , enquanto outros após receberem uma boa posição no evangelho acabam pensando serem “donos” da igreja. Paulo com toda a sua experiência, exalta o Senhor Jesus, pois foi Ele (Jesus) quem morreu e se entregou pela igreja.

Paulo afirma que Cristo é o primogênito dentre os mortos, ou seja, Cristo foi o primeiro a ressuscitar dos mortos. Sua própria ressurreição é garantia de que a Igreja, um dia, ressuscitará (1 Co 15.12-28). Através da sua morte e ressurreição na cruz, não apenas venceu a morte, mas também nos reconciliou com o Deus pai, nos fazendo aceitáveis diante Dele.

(7)  A vós também, que noutro tempo éreis estranhos e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, agora, contudo, vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, para, perante ele, vos apresentar santos, e irrepreensíveis, e inculpáveis, se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro. (Colossenses 1:21-23 l ARC).

Paulo expõem o propósito pelo qual Cristo morreu na cruz, e também dexcreve as condições para que sejamos de fato participantes da promessas do Senhor. Se somos justificados e resgatados por Cristo, devemos confirmar com nossas atitudes e conduta. Para isso o apóstolo elenca o compromisso e o dever daqueles que querem alcançar a salvação.

O primeiro quesito é a santificação,  pois sem ela ninguém verá ao Senhor ( Hebreus 12:14). Esta é a marcada da igreja de Cristo, a santidade. E o outro compromisso que devemos ter é de ser irrepreensível e inculpável, pois o pecar na vida do cristão deve ser errar o alvo ou pisar em falso. Jamais devemos pensar que por confessamos a Cristo, seremos salvos mesmo tendo uma vida carnal e longe do exigido pela palavra. A igreja que será salva é a que permanecer firmada e fundada na fé, que por hipótese alguma se desviará da verdade e aguardará fielmente a vinda de Cristo.

(8) ”Regozijo-me, agora, no que padeço por vós e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo seu corpo, que é a igreja; da qual eu estou feito ministro segundo a dispensação de Deus, que me foi concedida para convosco, para cumprir a palavra de Deus: o mistério que esteve oculto desde todos os séculos e em todas as gerações e que, agora, foi manifesto aos seus santos;” (Colossenses 1:24-26 l ARC).

O apóstolo Paulo não só ensina como a igreja deveria viver, como também evidencia isso em sua própria vida. Ao contrário de muitos, ele se alegra no sofrimento, pois sabe que assim está cumprindo o mandamento de Cristo:

“E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.
Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará.”  (Lucas 9:23,24)

Notamos em nossos dias um evangelho de facilidades e sem cruz. O que atrai as pessoas são mensagens carregadas de triunfalismo, onde ensina-se que Deus vai dar, Deus vai fazer e que o melhor está por vir. Ouso dizer que o melhor de Deus já veio, e esse melhor foi seu filho Jesus vir a este mundo para morrer por nossos pecados.

 O cristianismo sem cruz e sem renúncia é falso e descartável. Quando olhamos para os ensinamentos de Cristo sabemos que neste mundo teremos aflições, mas devemos ter bom ânimo, pois Ele já venceu todas as coisas. Saibam meus irmãos que a maior marca da igreja são as batalhas que o evangelho nos traz. Não largue a sua cruz e glorifique a Deus em tudo, jamais pense que ser cristão é fácil.

E o mistério relatado nesses versículos é parecido ao mencionado em Efésios 3.8-10. O apóstolo usa esse termo para se referir ao conhecimento que esteve oculto desde todos os séculos e em todas as gerações (Cl 2.2; 4.3; 1 Co 2.7; 4.1; Ef 3.4,9; 5.32; 6.19; 1 Tm 3.9,16), mas que, agora, estava sendo revelado pelo Altíssimo. O Senhor revelou esse mistério a Paulo e chamou-o para ser o despenseiro desse mistério (Ef 3.5). O mistério é que Cristo agora vive no coração dos cristãos gentios e Cristo em vós é a esperança da glória.  Mistério esse que por extensão significa também a união de judeus e gentios em um Corpo, a Igreja de Cristo (Ef 3.6).

(9)  “aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória; a quem anunciamos, admoestando a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria; para que apresentemos todo homem perfeito em Jesus Cristo; e para isto também trabalho, combatendo segundo a sua eficácia, que opera em mim poderosamente.” (Colossenses 1:27-29 l ARC).

O desejo de Deus é que todos venham O conhecer, e por essa razão revelou aos gentios as riquezas da sua glória e nos anunciou Cristo que é a nossa esperança da Glória. Paulo afirma que devemos ensinar os homens sobre esta grandiosa revelação. Mas não devemos ensinar de qualquer forma, é preciso ensinar com sabedoria e discernimento. Os homens só se achegarão ao Senhor se conhecerem a verdade do evangelho, para isso devemos anunciar quer com palavras, quer com a nossa vida. 

Aqueles que já conhecem o evangelho devem buscar o amadurecimento da fé, não podemos ficar estagnados e achar que já estamos completos. Por isso Paulo disse: combatendo segundo a sua eficácia, que opera em mim poderosamente. Ou seja, Deus continuava operando poderosamente em Paulo, e por este motivo ele, continuava lutando e trabalhando para anunciar a Cristo.

Deus abençoe!

Pastor Paulo Alves


Tags adicionais:  epístola aos colossenses capítulo 01, colossenses  01 estudo explicado, estudo e esboço de colossenses capítulo 01, resumo de colossenses 01, colossenses 1 explicação, teologia fácil, esboço de colossenses, blog de estudos, site de estudos colossenses, tudo sobre as cartas paulinas, cartas de paulo explicadas, Epístola aos Colossenses - Capítulo 01 (Explicação e Estudo) 

INTRODUÇÃO CARTA AOS COLOSSENSES - (Remetente, Propósito e Destino)

carta aos colossenses estudo, epístola aos colossenses propósito, colossenses introdução a carta, estudo e esboço de colossenses, resumo de colossenses, livro de colossenses explicação , INTRODUÇÃO  CARTA AOS COLOSSENSES -  (Remetente, Propósito e Destino)

 

INTRODUÇÃO CARTA AOS COLOSSENSES - (Remetente, Propósito e Destino)

A cidade de Colossos ficava cerca de 160 km de distância da importante cidade de Éfeso (ver mapa 1), era também próxima das cidades de Laodiceia e Hierápolis.

Assim como Paulo escreveu a carta aos Efésios, Filipenses e Filemom estando preso em Roma, a carta a igreja de Colossos também foi escrita estando nessa prisão.

(Mapa 1)

Os crentes dessa igreja eram na sua grande maioria gentios que haviam se tornado cristãos pela pregação do evangelho (Cl 2.13). É interessante observarmos que a forma distante com que o apóstolo escreve a eles ao dizer que

“ouvira” a respeito da fé desses cristãos (Cl 1.4) e a afirmação de que não tinham visto pessoalmente o apóstolo (Cl 2.1), nos dá o entendimento de que a igreja em Colossos não foi fundada por Paulo e que ele ainda não tinha ido naquela comunidade.

Além disso os crentes de Colossos tinham aprendido sobre o evangelho com Epafras (Cl 1.6-7), sendo que provavelmente este foi a pessoa que iniciou a igreja entre eles. Epafras estava na companhia de Paulo quando este escreveu esta carta (Cl 4.12-13), assim podemos concluir que Epafras se tornou um cristão pela pregação do evangelho quando Paulo esteve em Éfeso na seu segunda viagem missionária, depois começou a evangelizar as região próxima a Éfeso nas cidades circunvizinhas de Colossos, Laodiceia e Hierápolis. Depois visitou Paulo em sua prisão em Roma a fim de pedir conselhos ao apóstolo devido uma perigosa heresia que ameaçava a sã doutrina.

PROPÓSITO

Paulo escreve aos cristãos colossenses para realçar a pessoa divina de Jesus e sua obra criadora e redentora, apresentando-o como o “Cabeça da Igreja”. Devido a heresia que surgia no ceio da igreja naquele momento em que desvalorizava a pessoa de Cristo, Paulo contra-ataca antes que seja tarde demais.

Paulo também extrai implicações práticas dessa exaltada cristologia no tocante à vida e a maneira diária de viver do cristão verdadeiro. Tal heresia menosprezava a pessoa de Cristo, dava ênfase à filosofia humana, continha elementos do judaísmo, incluía a adoração aos anjos e alardeava um ar exclusivista de segredo e superioridade.

A heresia colossense era uma mistura do legalismo judaico, das especulações filosóficas dos gregos e do misticismo oriental.

Pastor Urias Junior

__________________________________________________________________________________

Tags: carta aos colossenses estudo, epístola aos colossenses propósito, colossenses introdução a carta, estudo e esboço de colossenses, resumo de colossenses, livro de colossenses explicação, INTRODUÇÃO  CARTA AOS COLOSSENSES -  (Remetente, Propósito e Destino

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

TESTEMUNHO: "Minha mulher teve dois abortos, e ter um filho já parecia impossível" (Cassio Aguayo)




 Paz  como está?....É ótimo ter você aqui conosco, a sua presença nos incentiva de uma forma grandiosa.

Não esqueça de deixar seu comentário sempre no final do post, pois a sua opinião conta muito e nos ajuda a continuar escrevendo e melhorando nossas postagens.

Como você já sabe, assim que possível trazemos testemunhos de nosso leitores para edificar a sua fé e glorificarmos a Deus por grandes bençãos. Vale a pena lembrar que cada testemunho é uma vivência particular de cada pessoa, nem sempre acontecerá da mesma forma conosco,  Deus trabalha quando e como quer. O que queremos destacar sempre é que quando colocamos a nossa fé em confiança em Deus, alcançamos grandes bençãos e milagres. 
E você tem um testemunho para contar? Logo abaixo do testemunho de hoje haverá um formulário caso você queira contar o que Deus tem feito em sua vida, e assim ajudar outras pessoas a crerem também.

TESTEMUNHO DE UM LEITOR

Meu nome é Cassio Aguayo é com grande alegria em meu coração, que compartilho o que Deus fez em minha vida, meu presente de Deus .
No começo de dezembro de 2016 ficamos sabendo que um anjinho estava para chegar .Mas no dia 16 de dezembro de 2016 esse anjinho se foi , a princípio ficamos muito tristes , principalmente quando escutava "Deus sabe o que faz " veio até a revolta , muitas vezes me perguntava "Por que Deus , porque encheu meu coração de alegria e depois o quebrou em pedaços ".
Foi difícil, por muitos dias me peguei chorando escondido , porque mesmo com toda aquela tristeza eu tinha que ser forte , minha esposa precisava de mim e como base tinha que fortalecer ela mesmo com minha base maior quebrada. Estava eu desempregado com o coração partido e com dívidas do procedimento de retirar o bebê em óbito. Voltei pra igreja e pedia a Deus “Me ajude , me tira desse sofrimento”.
E com passar do tempo Deus confortou meu coração e um ano depois a alegria nos tomou conta , pois ela estava grávida novamente . Estava indo firme na igreja e tinha certeza que agora sim , agora Deus vai permitir que está criança venha com muita saúde, minha fé era grande , estava empregado , minha esposa também e tinha até plano de saúde .
Me lembro que fomos a 2° consulta, eu e minha esposa cheio de alegria pra ver como estava nosso bebê Foi quando vimos que o bebê não tinha mais batimentos , me lembro até hoje quando o médico nos disse , "Infelizmente não a batimentos, pode ser que volte a bater, mas vamos esperar mais uma semana, pra ver se o corpo faz o aborto, Mas com minha experiência acredito que não volte mais a bater". Naquele momento fiquei sem chão, mas me mantive firme na fé , tentava acalmar minha esposa na volta pra casa , como era longe parecia que não chegava mais .
Mas minha fé era grande , em minhas orações dizia ," Deus eu não aceito essa dor novamente , sei que meu Deus é Deus de milagres e vai mudar essa história ". Pra uma segunda opinião buscamos outro médico, a final não queríamos esperar uma semana com aquela incerteza de saber se tínhamos perdido mesmo, ou se Deus ouviu minhas orações e tinha nos concedido um milagre.
Mas infelizmente não havia batimentos , mais uma vez todo procedimento de retirar o bebê em óbito, nos arrasou novamente , minha fé abalou , perguntava "Deus por que permitiu que acontecer novamente tudo isso , porque nos fazer sofrer assim , oque eu fiz pra merecer tudo isso".
Foi difícil, a como foi difícil escutar novamente " Deus sabe o que faz".
Mas ainda tinha fé que tudo passaria . Foi ainda mais difícil pra minha esposa , ela até me disse em lágrimas "Se Deus é tão bom assim porque permitiu isso , nem sei se acredito mais em Deus".
No momento fiquei sem palavras , mas ai que percebi . Foi como se eu escutasse ele falando em meu coração, " Sua fé é grande ,mas eu quero a dela , quero que ela tenha a mesma fé que você estava tendo ".
Então comecei a ir mais a igreja e incentivar ela a ir também , não foi fácil .
Mas Deus sabe o que faz , pois 5 meses depois , cheguei em casa após o trabalho, e tinha um pacote de presente com um cartão e 2 pares de meia de bebê, um rosa e um azul junto de um exame de sangue comprovando que estava grávida novamente. Na hora não contive as lágrimas e agradeci a Deus .
Quando fomos na consulta o médico viu que realmente a bolsa estava ali e o bebê também, mas tinha uma diferença de 2 semana entre a bolsa e o bebê e ainda não tinha batimentos , e disse " Vamos marcar uma nova consulta pra daqui 3 dias , mas vocês tem que estar preparado porque nesses casos após 2 abortos pode ser que o bebê evolua ou não , se caso não tiver batimentos vocês terão que se preparar pra novamente retirar o bebê ".
Sabe confesso que fiquei muito abalado . Passei na casa de um amigo logo apos a consulta e ele me disse " tenha fé que Deus pode mudar isso" , em seguida falei com meus Pais e eles me pediram " Filho mantenha a fé e passe todos os dias óleo ungido na barriga dela e pede pra Deus ai que vamos pedir aqui".
Ao buscar o óleo algo muito forte aconteceu, um testemunho de milagres sobre a vida de um homem desenganado pelos médicos com tumores na cabeça, onde a solução seria cirurgia com alto risco de morte ou paralisia, mas a fé desse homem era tão grande que Deus o tirou da morte , e fez com que ele superasse todas as expectativas de recuperação , me vi ali emocionado com o que ouvia e vendo que tudo isso havia acontecido do meu lado na cidade onde moro , foi o que aumento ainda mais a minha fé .
Contei a minha esposa o que Deus havia feito na vida daquele homem , e que se tirou ele da morte ou de ficar paralítico, Ele também poderia tirar nosso bebê do risco.
Então começou as orações eu em casa com minha esposa minha família e amigos.
Aí se iniciou uma nova batalha , a gravidez era de alto risco com acompanhamento de 4 em 4 dias.
Mas agora não era somente eu , minha esposa estava com mais fé ainda , e foi na consulta seguinte que Deus começou a agir , o bebê que antes não tinha vida , já estava com batimentos e o dobro do tamanho da última consulta, isso em 3 dias , e já estava acompanhando o tamanho da bolsa , mas ainda era uma gravidez de risco e era necessário o acompanhamento. Então antes de cada consulta eu orava , e após a consulta agradecia a Deus.
No culto de domingo vi que haveria um retiro de 3 dias , era o "Encontro com Deus para homens" e era a última semana de inscrição, decidi participar , Deus preparou tudo consegui até folga no meu emprego e fui , com um pouco de medo , pois tinha consulta com o médico no sábado de manhã , e eu não estaria lá presente.
Mas fui no encontro com fé de que tudo estava nas mãos de Deus , e ele assim fez , ainda no sábado de meio dia ,após a consulta recebi a notícia que o bebê estava cada dia maior superando as expectativas. Aquele momento me entreguei de corpo e alma , pois Deus estava realmente agindo em nossas vidas e foi tremendo , onde pude entregar meu coração pra ser tratado e aumentar ainda mais minha fé .
Uma passagem na bíblia que me marcou naquele lugar onde Jesus diz "
Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.
João 16:33.
Foi como se ele falasse pessoalmente ao meu coração " Fica tranquilo não tenha medo porque eu estou tomando conta de tudo".
Voltei no domingo outra pessoa , moldada pelo amor de Jesus.
E vi que no próximo fim de semana haveria outro encontro , mas dessa vez só para mulheres , falei pra minha esposa você vai , você precisa sentir o que estou sentindo.
A princípio ela não topou fiz a inscrição dela e na sexta no dia de ir ela ainda com medo não estava querendo ir , mas insisti e disse " Vai amor , e se entrega deixa Deus de tocar seu coração , se não quer ir por você, vai por nosso bebê ".
E ela foi , ao domingo no retorno do encontro notei que era outra mulher , minha esposa que era toda tímida , em cima do púlpito da igreja contando o que tinha acontecido lá .
E depois em casa ela me contou que no encontro uma pessoa chegou nela no último dia do encontro e disse " Você está grávida né?" E ela respondeu que sim. E a moça então disse "Deus mandou te dizer que essa criança vai vim , que a partir de hoje essa gravidez não é mais de risco e essa vitória vai ser sua e do seu marido". Ela chorando então me falou " Só pode ser Deus mesmo porque não conheço a moça e nem barriga tenho ainda , e como ela sabe que era de risco".
No dia seguinte tínhamos consulta marcada e naquela segunda feira ,na sala de espera pequei o cartão do pré-Natal e vi que nele estava marcado gravidez de alto risco.
Na consulta estava tudo bem com o bebê, já estava mais evoluído, estava tudo perfeito.
Então o médico olhou pra mim e minha esposa e disse " Olha está tudo perfeito hoje completa 10 semanas , e a partir de hoje podemos descartar o risco de perda".
Agradeci Deus ali naquela sala , com os olhos em lágrimas de alegria , estava vendo o milagre acontecer em nossas vidas.
Mas ele falou mas ainda não acabou , não a risco de perda , mas ainda tem a medição da nuca e o último exame pra ver se o bebê é perfeito.
As consultas que antes era de 4 em 4 dias , já se mudaram pra de 30 em 30.
Continuamos orando agora com a fé em força total , cada consulta uma batalha vencida , um menino perfeito . Nosso filho Heitor , até a última consulta com mistério do rostinho , não mostrou em nenhum momento. Meu filho nasce, 11de fevereiro de 2019 as 11h04 AM , um menino lindo com 45cm e 2,620g , perfeito , bem corado , nem de oxigênio precisou com toda saúde , Cesária tranquila . Chegou no quarto primeiro que a mamãe .
Não sei nem como explicar quanto amor , as vezes me pego com os olhos em lágrimas só de ver ele dormindo, mamando e até pra trocar a fraldinha carregada.
Hoje compartilho esse meu milagre , pra testificar que Deus é incrível , fiel para cumprir o seu propósito em minha vida , que os sonhos dele são muito maiores que o meu e quando temos fé que ele pode fazer maravilha em nossa vidas e confiamos e nos entregamos de coração, mesmo que partido e aflito , ele vem e conforta , trata e cura . Quando pedia a Jesus pra cuidar do meu filho e gerasse ele com saúde fiz a promessa de testificar a obra dele em minha vida , e senti que dessa forma alcançaria o máximo de pessoas possível. Se você estiver passando por uma prova espero que a minha te de esperança e aumente sua fé assim como a minha foi aumentada .
Então por maior que seja sua prova tenha fé e bom ânimo. Que ele pode mudar a sua história assim como mudou a minha.
Obrigado Jesus
Obrigado Pai "Deus"
Enquanto escrevo essa minha Vitória estou olhando para meu filho .
13/02/2019
2:43am
Hospital São Carlos , Medianeira-Pr
Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.  Salmos 37:5  


Na foto: Cassio (Pai), Heitor (o milagre) e a sua mamãe Luara!

Deus abençoe poderosamente vocês, agradecemos por compartilharem essa linda história com a gente aqui do blog. Abraço!

QUER CONTAR TEU TESTEMUNHO E IMPACTAR VIDAS? ESCREVA NO FORMULÁRIO ABAIXO:






sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Estudo completo sobre o livro de Efésios - BAIXE AGORA

Estudo  completo sobre o livro de Efésios - BAIXE AGORA,ESTUDO LIVRO EFESIOS,curso teologia baixar ,baixar estudos da bíblia, teologia fácil, curso teologico gratuito 2020, teologia 2020 gratis
Estude a bíblia em casa de maneira prática e eficaz!

Deseja aprender mais da bíblia?

Quer Interpretar o livro de Efésios capítulo por capítulo e versículo por versículo?

Este material foi desenvolvido para ajudar pessoas a entenderem os segredos que existem na palavra do Senhor, com uma linguagem simples, porém profunda e genuinamente bíblica.

Quer saber o melhor? É totalmente gratuito!


Estou disponibilizando o link para você baixar, então corre lá e aproveite agora mesmo.

CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO E BAIXE O ARQUIVO 


domingo, 6 de setembro de 2020

Testemunho: Giselly orou e foi curada da anemia.


Testemunho: Giselly  orou e foi curada da anemia., TESTEMUNHOS DE CURA, blog de testemunhos, testemunhos edificantes, Deus cura, testemunhos de cura de anemia

Paz pessoal como estão?
Como alguns já sabem assim que possível trazemos testemunhos de nosso leitores para edificar a sua fé e glorificarmos a Deus por grandes bençãos. Vale a pena lembrar que cada testemunho é uma vivência particular de cada pessoa, nem sempre acontecerá da mesma forma conosco,  Deus trabalha quando e como quer. O que queremos destacar sempre é que quando colocamos a nossa fé em confiança em Deus, alcançamos grandes bençãos e milagres. 
E você tem um testemunho para contar? Logo abaixo do testemunho de hoje haverá um link caso você queira contar o que Deus tem feito em sua vida, e assim ajudar outras pessoas a crerem também.

Testemunho de uma leitora - Giselly
"Eu descobri que estava com anemia e que tinha que tomar 100 comprimidos de um remédio e mais 90 de outros, eu não tinha paciência com comprimidos então orei a Deus, e disse: 'Senhor faz um milagre na minha vida, para que eu nao precise passar por isso de tem que tomar remédios todos os dias', então após ter orado, voltei ao hospital fiz o exame de sangue, porém pela fé eu já contava que já estava curada. Então na consulta o médico me disse: Você não tem nada!
Eu agradeci a Deus em voz alta , o médico fico incomodado , e me disse: "É graças ao médico"... Então eu disse não, foi Deus que me curou sabe porque? Eu não tomei nenhum comprimido eu apenas orei e agora estou curada.
Foi um dos maiores milagres que já vivenciei...Precisamos aprender a confiar em meio a tempestade ele cuida de cada um de nós"

Glória a Deus por saber que Deus faz grandes coisas e age de uma forma incrível não é mesmo?
E você gostaria de contar o seu testemunho e ajudar pessoas a confiarem mais em Deus?




sábado, 5 de setembro de 2020

Epístola aos Gálatas – CAPÍTULO 06 (Explicação/ Estudo/Esboço)

Epístola aos Gálatas – CAPÍTULO 06 (Explicação/ Estudo/Esboço), estudo gálatas 6, explicação carta aos gálatas 6, esboço gálatas 6,

EPÍSTOLAS AOS GÁLATAS – CAPÍTULO 06

INTRODUÇÃO: Este é o último capítulo da carta aos Gálatas, nele o Apóstolo Paulo fala sobre três importantes assuntos; auxilio mútuo (responsabilidade uns com os outros), a lei da semeadura (“o que o homem plantar certamente colherá”) e o dever de todos os homens em carregar a cruz de Cristo (responsabilidade própria).  Aprenderemos muito com esses ensinos, que venhamos extrair o melhor de cada um e sermos edificados pela palavra de Deus.

Análise do texto – Vers. 1 ao 10

(1)”Irmãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão, olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado.(Gálatas 6:1| ARC)

"Se alguém for surpreendido nalguma falta" ..... Quando um irmão na fé cai em pecado que devemos fazer?

Depois de apontar para maneira egoísta e sem consideração com a qual os gálatas se tratavam, Paulo agora os ensina que atitude se espera de crentes salvos, que tem o Espírito de Deus habitando neles (2 Co 3.4-6). Sempre devemos entender que se alguém pecou e errou a última coisa que este precisa é de julgamentos e apontamentos.

"Vós, que sois espirituais"....... O apóstolo se volta para aqueles que alegam ter sido salvos por uma fé sincera em Jesus como seu Senhor e Salvador e acham que vivem de acordo com as Escrituras. Se minhas ações são direcionadas pelo Espírito Santo, então minha maneira de tratar um irmão que caiu em pecado refletirá o fruto do Espírito (5.22-23) A pessoa espiritual tentará levantar o irmão que caiu e procurará restaurá-lo ao bom e correto caminho. Nossa reação a um membro no Corpo de Cristo que falhou deveria ser uma tentativa de ajudá-lo, levantá-lo e restaurá-lo. Afinal de contas, é assim que tratamos nosso corpo natural: Quando quebramos um osso, fazemos tudo que está ao nosso alcance para curá-lo e para não precisarmos amputar o membro em questão (Hb 12.12-13; Tg 5.19-20).

"Corrigi-o com espírito de brandura"...... Todos nós falhamos num momento ou outro. Não há quem não cometa erros, de forma que todos nós devemos agir com humildade e sensibilidade.

"E guarda-te para que não sejas também tentado" Você ou eu podemos errar amanhã, de forma que eu deveria tratar meu irmão como eu gostaria que ele me tratasse. Nenhum de nós está livre da tentação, e se não for a graça de Deus, não conseguiríamos suportar as lutas e provações. Por isso devemos julgar menos e amar mais, (ainda que precisemos alertar o pecador do seu erro), façamos todas as coisas com o amor.

 

(2)”Levai as cargas uns dos outros e assim cumprireis a lei de Cristo. Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo.” (Gálatas 6:2-3 | ARC)

Está aqui o verdadeiro evangelho ao qual Cristo nos ensinou, no qual devemos andar e viver todos os dias. A Empatia é uma das características fundamentais da vida cristã, pois devemos ajudar ao nosso próximo sem fazer distinção por ser um familiar, amigo ou um estranho. Jesus deixa bem claro isso na Parábola do Bom Samaritano, Leia:

“Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo? E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.
Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?
E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus:

Vai, e faze da mesma maneira. (Lucas 10: 29-37)

Eu gosto de uma frase que diz: “Favoreça alguém em seu presente, e Deus usará alguém para te favorecer no futuro”. E é justamente assim que acontece com as pessoas que usam da misericórdia para com aqueles que precisam.

 No evangelho de Jesus não há espaço para o egoísmo, é preciso ajudar ao necessitado.  Levar a carga uns dos outros é tão profundo, pois podemos entender que todos têm carga, mas em muitos momentos é preciso parar de olhar para o nosso próprio fardo e sofrimento, e ajudar aquele que está afadigado e cansado ao nosso lado.

(3) ”Mas prove cada um a sua própria obra e terá glória só em si mesmo e não noutro. Porque cada qual levará a sua própria carga.(Gálatas 6:4-5 | ARC)

 

Aqui parece que existe uma contradição na fala de Paulo, pois ele diz que devemos levar as cargas um dos outros, mas agora devemos carregar nossa própria carga, como isso deve ser entendido?

Paulo está alertando para o ajudar com consciência, pois tem coisas que devem ser levadas em consideração quando se diz respeito a ajudar, pois existe um limite em ajudar e fazer tudo pela outra pessoa. Deve-se tomar cuidado com a “Ajuda excessiva” que faz com que o outro perca a iniciativa e não se esforce para conquistar, é a velha história do “dar o pão e o ensinar a pescar”. Não podemos ser negligentes nesse aspecto, pois quem apenas dá o pão e não ensina a pescar, está criando alguém dependente, que no futuro poderá não crescer e não se desenvolver. Nós vemos essa iniciativa na vida entre Jesus e seus discípulos. No inicio Jesus chamou-os para que estes andassem e aprendessem com Ele, porém no tempo certo Jesus os enviou e disse vão e preguem, ensinem, evangelizem, anunciem etc...

Sobre este assunto tem uma pequena história que nos dá uma grande lição sobre ajuda de forma consciente:

 

A parábola sobre o monge e a vaquinha, conta a história de dois monges, um muito sábio e outro aprendiz, que foram visitar um sítio bem pobre no qual morava uma família. O monge mais velho falou para o aprendiz que ele deveria fazer o que fosse pedido sem questionar. Chegando à humilde casa, notaram que a família era composta por um casal e três filhos. Eles estavam mal vestidos e claramente passavam necessidade. O monge mais velho então perguntou para o pai de família o que eles faziam para sobreviver. Ele respondeu que tinham uma vaquinha que apesar de magrinha, dava o sustento necessário para irem tocando a vida. O monge agradeceu e se despediu da família.

Ao saírem da casa, o monge mais sábio falou para o aprendiz “Pegue a vaquinha e jogue-a do precipício”.

O aprendiz arregalou os olhos e tentou questionar que a vaquinha era o único meio de sobrevivência daquela humilde família. Porém, ao perceber o olhar do mestre, cumpriu a ordem a contragosto. Depois de alguns anos, o monge mais novo ficou com remorso e decidiu voltar ao mesmo sítio para ver o que tinha acontecido com a família. Chegando lá, notou que o jardim estava florido e com vários animais, incluindo diversas vaquinhas.

Ao entrar na casa ele percebeu que tudo havia mudado, porém era a mesma família. Então ele questionou:
– Puxa, percebemos que a vida melhorou bastante para vocês, o que houve?

E o pai de família respondeu: – Depois que vocês foram embora há alguns anos, a nossa vaquinha caiu do precipício e morreu. Achamos que seria o fim do mundo, mas tivemos que nos adaptar e descobrimos habilidades e competências que não conhecíamos em nós mesmos. Aquele acidente nos forçou a buscar oportunidades e novas fontes de renda que não havíamos pensado enquanto estávamos satisfeitos com a vaquinha.

Moral da história

Todos nós temos uma vaquinha, porém em alguns momentos é necessário matá-la para abrir espaço para novas oportunidades. Quando fazemos isso perceberemos que novos horizontes surgirão e coisas novas acontecerão. É preciso entender esse propósito. Tem vezes que a ajuda é tirar ”aquilo que alguém mais precisa ou ama no momento” para um bem maior no futuro.

E você? Já matou sua vaquinha?

(4) E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui.” (Gálatas 6:6 | ARC)

Quando o crente aprende as maravilhas da palavra de Deus, ele deveria partilhar com seus mestres as bênçãos espirituais que receberam por meio do ensino deles. Este retorno positivo encoraja os professores a perseverarem e estudarem ainda mais profundamente, para ensinar e equipar os crentes para o serviço espiritual (Ef 4.12).

“Mas aquele que está sendo instruído na palavra faça participante de todas as coisas boas aquele que o instrui”...... O principio geral nos versículos 6-10 é: assim como os professores partilham com a congregação aquilo de bom e de edificante que está à disposição deles, os membros da congregação devem partilhar tudo de bom que possuem com seus professores, osso é o que foi dito aqui aos gálatas. Os coríntios ouviram isso de forma ainda mais clara e com mais detalhes: é responsabilidade da igreja apoiar aqueles que ensinam. Paulo dedica o nono capítulo inteiro de 1 Coríntios para estabelecer seu direito de receber pelo seu trabalho como professor e como evangelista.

Enquanto a Lei de Moisés ordenava que os israelitas dessem parte do seu sustento para apoiar a obra dos sacerdotes no Templo, a Nova Aliança não determina um valor específico ou percentual usado para apoiar as pessoas que trabalham na igreja. O que, então, deveria motivar um crente em Cristo hoje a contribuir para a obra de Deus e apoiar aqueles que lhe ensinam?

Essa contribuição depende completamente da generosidade, do amor e da maturidade espiritual do crente. Levando sempre em consideração que se alguém dispõe de tempo e dedicação para a obra do Senhor, esta deve ser valorizada e incentivada. Porque hoje percebemos o baixo investimento nos ensinos da igreja? Muitos professores e mestres precisam conciliar trabalho, família, igreja e outros com o ensino da palavra, porém o que me faz pensar é qual a qualidade desses estudos? Veja a vida e um mestre no meio secular, já imaginou como seriam as aulas se este tivesse a sobre carga de um professor da palavra de Deus? Enquanto a igreja não ter a consciência do cuidado mútuo que uns devem ter com os outros e valorizar os seus ensinadores, teremos EBD’s fracas e vazias e um povo cada vez mais desinteressado por estudar a palavra de Deus. 

(5) Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito do Espírito ceifará a vida eterna.” (Gálatas 6:7-8 | ARC)

"Não vos enganeis: de Deus não se zomba"..... Paulo alerta para o fato de que, embora consigamos enganar as pessoas, somos incapazes de enganar a Deus. Se investirmos pouco, não podemos esperar receber muito. Até mesmo o senso comum nos ensina isso: "Pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará". Aquele que investe principalmente em e para si mesmo terá de retorno exatamente o que investiu: ganhos temporários (2 Co 9.6-7).

Aquele que se dedica as coisas que Paulo menciona como sendo “semear para o Espírito”, estudo da palavra de Deus, espalhando o evangelho e ajudando o próximo, aquele que o faz como fruto da fé em Jesus e quando depende da graça de Deus, está semeando na colheita de Deus. Diferentemente do fruto da carne, o fruto de Deus promete suprir todas as nossas necessidades de hoje (Mt 6:30-33) e sua provisão para a eternidade será plena: Os crentes que semeiam no Espírito viverão para sempre no Reino de Deus.

 

(6) E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé”. (Gálatas 6:9-10 | ARC)

"E não nos cansemos de fazer o bem, porque há seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos"..... Não desista!Queremos ver resultados imediatos após a semeadura, mas não é assim que a natureza funciona. O crescimento leva meses ou até mesmo anos. Se semearmos de acordo com os princípios da Palavra de Deus, não temos motivos para desistir ou desfalecer. Deus fará com que a semente multiplique e o fruto aparecerá em algum momento rendendo glória a Deus. Precisamos ter em mente que veremos algum fruto apenas quando estivermos diante do Senhor (veja Tg 5.7).

"E não nos cansemos de fazer o bem"...... inclui entre outras coisas, ajudar o necessitado na igreja. Eles não têm nada para nos dar em troca e há alguns que continuarão, até onde sabemos, necessitados por muito tempo Entretanto, a Palavra de Deus nos diz: "Não nos cansemos de fazer o bem”. Em nosso dia a dia encontraremos pessoas ingratas que não reconhecerão nossa ajuda e empenho, mas não é por isso que devemos deixar de fazer o bem.

Análise do texto – Vers. 11 ao 18

(1)” Vede com que grandes letras vos escrevi por minha mão. Todos os que querem mostrar boa aparência na carne, esses vos obrigam a circuncidar-vos, somente para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo. Porque nem ainda esses mesmos que se circuncidam guardam a lei, mas querem que vos circuncideis, para se gloriarem na vossa carne. (Gálatas 6:11-13 | ARC).

"Vede com que letras grandes vos escrevi de meu próprio punho"- Porque Paulo menciona que escreveu com letras grandes e de próprio punho?

1. Para enfatizar a seriedade daquilo que os falsos mestres estão fazendo e a urgência e importância do ensinamento corretivo.

2. É possível que o apóstolo sofresse de uma visão debilitada. O fato de ele escrever com letras grandes enfatiza o problema com seus olhos e o fato de que ele está escrevendo de próprio punho a urgência de lidar com os problemas na Galácia (veja 4.13-15). Isso se encaixa bem com o relato de At 23.1-5: Paulo se encontra diante do Sinédrio. Ananias, o Sumo Sacerdote, ordena que os homens perto de Paulo batam em sua boca e o apóstolo responde em tom de repreensão: "Deus há de te ferir, parede branqueada". Quando Paulo é repreendido por falar assim com o Sumo Sacerdote, Paulo se desculpa imediatamente  e diz que não sabia que se tratava do Sumo Sacerdote. Este erro possivelmente seja fruto de uma incapacidade de Paulo de enxergar claramente a vestimenta especial e outras marcas que identificavam o sumo sacerdote. Isso corroboraria a interpretação que afirma que Gl 6.11 é uma afirmação de que Paulo sofria de uma visão defeituosa.

Podemos pressupor que a leitura de uma epistola escrita pessoalmente pelo apóstolo com letras grandes tenha chocado o coração dos membros da igreja e trouxe novamente a eles a seriedade de sua condição espiritual.

“Alguns buscam honra, Todos os que querem ostentar-se na carne, esses vos constrangem a vos circuncidardes, somente para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo"....  Ao longo da epistola, Paulo expõe as motivações dos falsos mestres na Galácia, que forçaram os crentes a serem circuncidados e a observarem as ordenanças da Lei:

1. Eles tentavam agradar a homens (1.10). Por fora eles pareciam religiosos, dignos de honra, honestos e sinceros, mas isso acontecia apenas porque eles desejavam "ostentar-se na carne”.

2. Eles temiam e evitavam a perseguição e o sofrimento que poderia resultar de uma identificação com Jesus Cristo.

"querem que vos circuncideis, para se gloriarem na vossa carne"- em outras palavras, eles estão interessados em evidenciar o número de gentios que eles conseguiram converter ao judaísmo.

Vale mencionar que naquele momento da historia até mesmo as autoridades romanas compreendiam a diferença entre cristãos e judeus. Os judeus recebiam permissão para adorar a Deus à sua maneira (uma condição chamada de "religio licita":"religião legal/autorizada"). Essa mesma permissão não era dada aos cristãos. Eles eram acusados do crime de "fundar uma nova religião" e quem fosse chamado de 'cristão" poderia ser morto por causa da sua fé. Por isso Paulo os exorta a não deixarem o caminho e nem a abandonarem a cruz.

(2) Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu, para o mundo.Porque, em Cristo Jesus, nem a circuncisão nem a incircuncisão têm virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura.” (Gálatas 6:14-15 | ARC).

Ao contrário dos falsos mestres que queriam fugir da cruz, Paulo se gloria na cruz do Senhor Jesus. Enquanto para Eles a cruz era símbolo de vergonha, para o Apóstolo era motivo de alegria e salvação. Aquele que entendeu a obra de Cristo na cruz sabe que devemos estar mortos para o mundo e o mundo para nós, pois é um novo estilo de vida. Não há como ser um verdadeiro cristão sem uma vida transformada, e por isso Paulo diz que a maior virtude de um alguém é ser uma nova criatura. A Igreja de Cristo é diferente, é sal e luz, anda como Ele andou e age como Ele agia. Precisamos entender este princípio!

(3)”E, a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles e sobre o Israel de Deus. Desde agora, ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus.” (Gálatas 6:16-17| ARC).

Finalizando a carta Paulo diz: “a todos quanto andarem conforme esta regra”. Ninguém é obrigado a seguir a Jesus e seus ensinos, Paulo deixa explícita essa concepção. O evangelho e vida com Deus é questão de fé e obediência, e se alguém crê de verdade não irá pestanejar para obedecer e seguir os preceitos do Senhor. Porém vale lembrar que há promessas para aqueles que querem seguir as instruções da palavra: Paz e misericórdia. E de fato é tudo que precisamos no dia a dia, pois sem a paz do Senhor não conseguimos confiar e descansar, e se não for a misericórdia do Senhor seríamos consumidos. Tudo que vivemos e alcançamos devemos dar todo o crédito ao Senhor, se conquistamos alguma coisa é por sua imensa e infinita misericórdia.

Paulo encerra falando das “marcas que carrega”, marcas essas que dão autenticidade ao verdadeiro cristão. Carregar as marcas de Cristo tem um sentido ambíguo aqui, pode ser:

1. Sofrer pelo evangelho- Pois quantas vezes Paulo foi preso, espancado fisicamente, açoitado e confrontado por pregar o evangelho? O Verdadeiro cristão sabe que andar com Jesus não é uma colônia de férias, mas sim um campo de guerra, existe um inimigo que luta 24 horas para nos tirar do foco e do caminho do Senhor. Se alguém disser que o cristianismo é um mar de rosas e só bem aventuranças, lembre-se que não é este o evangelho que Jesus ensinou. Ele mesmo disse: “no mundo tereis aflições, mais tende bom ânimo” (João 16:33).

2. Ser parecido com Cristo – É muito fácil reconhecer um servo de Deus, tem uma frase de um dos reformadores avivalistas que diz: “Se Cristo habitar na casa de alguém, certamente seus vizinhos saberão”.  Uma coisa está ligada a outra, pois se verdadeiramente formos parecidos em Ele, iremos evidenciar pelas “marcas”, nossa conduta e proceder.

Será que estamos realmente carregando as marcas de Cristo? Faça uma análise e reveja aquilo que é necessário para ser um genuíno servo(a) do Senhor!

(4) A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja, irmãos, com o vosso espírito. Amém!” (Gálatas 6: 16-17| ARC).

O final da Epístola e parecido com o começo (1.3). Paulo certamente Espera que os gálatas expulsem os falsos mestres de seu meio, para que as congregações possam continuar desfrutando da graça do Messias. O fato de Paulo chamar os gálatas de irmãos mostra que de fatos muitos deles estavam no caminho certo, e indo rumo a salvação que há em Cristo Jesus.

Deus abençoe por sua dedicação de aprender mais um livro da palavra de Deus. Sabemos que grande é o desafio de estudar a palavra, mas é só enfrentando e se dedicando para provar o quão maravilhoso é crescer na graça e no conhecimento de Cristo Jesus. Espero que estes estudos tenham te edificado e de alguma forma te levar a conhecer mais de Deus. Um abraço e que Deus te abençoe poderosamente!

 

Pastor Paulo Alves


 

Quer memorizar a bíblia?

Receba estudos em seu email

Curta-nos

Responda nossa enquete!

Qual assunto mais interessa você?
Escatologia (Arrebatamento etc)
Salvação
Espírito Santo
Libertação
Cura interior

Translate

Mais Acessadas

Inscreva-se

Tecnologia do Blogger.

DE PLAY E OUÇA NOSSA RÁDIO